Ronda Policial Rio Grande do Sul - 15 de janeiro de 2016



Um acidente de trânsito deixou três pessoas mortas no começo da tarde desta quinta-feira em Carazinho, no Norte do Estado. O acidente foi registrado na altura do km 180. O veículo Prisma, com placas de Ivoti, seguia com cinco pessoas a bordo quando perdeu o controle e saiu da pista. Testemunhas ouvidas pelos policiais disseram que o motorista se assustou com uma ultrapassagem feita por outro veículo que vinha no sentido contrário e foi para o acostamento. Ao voltar à rodovia, teria perdido o controle do carro e caído em uma ribanceira de aproximadamente 30 metros.

A Polícia Civil de Gravataí prendeu na tarde desta quinta-feira um jovem de 20 anos suspeito de estuprar e engravidar a enteada, uma criança de dez anos. Conforme testemunho de familiares, os crimes com a menor ocorriam há pelo menos dois anos. A denúncia do caso foi feita pela avó materna. Conforme a delegada Marina Dillenburg, que efetuou a prisão, a investigação agora tenta identificar se houve omissão da mãe da criança em relação ao caso. A Polícia apurou, até o momento, que ela era conivente com o que ocorria com a menor. O irmão de seis anos da menina, também filho do primeiro casamento, passa por exames e acompanhamento psicológico para identificar se também houve abuso.

Pressionado pelo aumento da violência no Estado, sob críticas generalizadas por não apresentar soluções para o policiamento ostensivo e, ainda, com boatos de que pode deixar o cargo em breve, o secretário da Segurança, Wantuir Jacini, desabafou em entrevista nesta quinta-feira: "Não sei fazer milagre. Sem dinheiro não posso fazer o que me propus”. 

Ele conta que fez um planejamento estratégico para o Estado, antes de assumir, que comportava várias políticas e ações para a segurança. Mas não conseguiu implementá-las, por falta de recursos. “Até que nos primeiros seis meses conseguimos cumprir as metas. Mas, no segundo semestre, houve, sim, aumento da criminalidade”, admitiu pela primeira vez. 

Jacini também comentou a possibilidade de um eventual substituto na pasta: “Pode pegar um profissional com a minha experiência ou outro que não tenha experiência alguma, vai ter um problema do mesmo tamanho. Se eu pudesse substituir os 3 mil policiais que se aposentaram, eu resolveria a segurança”, projetou. “Mas não há dinheiro.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário