Notícias da Prefeitura de Estrela - 28 de janeiro de 2016



Estrela mobiliza comunidade: todos contra a dengue

Grupo formado por voluntários volta a se reunir dia 4 de fevereiro para iniciar elaboração de plano municipal

Mais de 200 pessoas, representando entidades e comunidades da área urbana e rural de Estrela, participaram nesta tarde (27.01), no Estrela Palace Hotel, de encontro promovido pela Secretaria da Saúde de Estrela para contribuir na construção do Plano Municipal de Enfrentamento ao Aedes Aegypti – “Todos contra o mosquito da dengue”. Na ocasião foi formada uma comissão de voluntários, junto com a prefeitura, que a partir de 4 de fevereiro começam a elaborar um plano permanente de ações de combate ao transmissor. “Este é o momento de dividirmos responsabilidades”, frisou o secretário Elmar Schneider na abertura do encontro ao lembrar que o combate ao mosquito não é apenas uma tarefa do poder público, mas precisa contar com a colaboração de todos os cidadãos.

Durante a programação houve palestras da bióloga Carolina Brandt Gualdi e da médica veterinária Flávia Pereira Bavaresco, da Vigilância Ambiental em Saúde da 16ª Coordenadoria Regional da Saúde. Na região da 16ª CRS, segundo elas, nenhum dos 37 municípios está infectado, mas no Estado há 176 nesta situação, ou seja, onde foi verificada a presença do vetor. Neste sentido, conforme as técnicas, o Vale ainda está numa situação de trabalhar e reforçar a prevenção. Elas apresentaram ainda números da dengue, as outras doenças provocadas pelo aedes aegypti – como a febre chicungunya e zika - e a necessidade de eliminar os criadouros.

Ações da Saúde
Já a assessora técnica da Secretaria Municipal da Saúde, enfermeira Débora Martins, e a coordenadora da Vigilância em Saúde, enfermeira Carmen Hentschke, apresentaram as ações da pasta no combate aos aedes. Vários setores trabalham articulados – Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica, Saúde do Trabalhador e Vigilância Ambiental - este último no controle de endemias, hoje principalmente para evitar a dengue. O município possui 55 armadilhas para o controle do mosquito e faz vistorias estratégicas a cada 15 dias em 47 locais, entre os quais cemitérios, depósitos de ferro velho, lojas de material de construção com estoque ao ar livre, eliminando os focos de água parada que podem contribuir para o aparecimento do mosquito. Foi feita ainda ação no Bairro Oriental, com visitas de casa em casa, distribuição de folhetos com orientações à população e reuniões com as demais secretarias para traçar ações conjuntas. 

A abertura do encontro contou com a presença do prefeito em exercício Valmor Griebeler; do coordenador adjunto da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde, Ramon Tiago Zuchetti e do presidente da Câmara de Estrela, Adriano Scheeren. Todos destacaram, em suas manifestações, a importância da participação de todos, poder público e cidadãos, no combate ao mosquito para prevenir o aparecimento das doenças provocadas por ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário