Ronda Policial Rio Grande do Sul - 18 de janeiro de 2016



O Rio Grande do Sul já registrou 41 mortes por afogamento neste verão, contabilizando praias e águas internas. São cinco mortes em locais com o serviço e 36 casos em áreas não cobertas por salva vidas, o que equivale ao dobro do registrado no mesmo período na temporada passada, quando ocorreram 18 mortes em regiões não atendidas, segundo a Brigada Militar. 

O caso mais recente foi confirmado neste domingo (17). O corpo de Luís Arno, de 56 anos, que sumiu na Lagoa do Bacupari, em Mostardas, no Litoral, foi encontrado no começo da noite. Durante a tarde, os Bombeiros também resgataram o corpo de um homem na Barragem do Salto, em São Francisco de Paula, na Serra gaúcha. A vítima foi identificada como Paulo Roberto Boeira, 52 anos. Em Torres, foi confirmado o afogamento de Olavo Carolho Nunes, 39 anos, no Rio Mampituba. 

Neste sábado (16), Maicon Henrique Rosa da Silva, um adolescente de 16 anos, morreu afogado no Açude Avenida Rio Camisa, em Xangri-lá. Na sexta-feira (15), Walter Luiz Moraes, de 68 anos, morreu no Rio Negro em Aceguá.

Os Bombeiros fazem buscas a uma jovem, identificada como Irra Mainara Paula Serres, 22 anos, que desapareceu no Rio Rosário, em Santiago, na Região Central, neste domingo.

O corpo de um homem e a cabeça foram encontrados em dois bairros diferentes de Porto Alegre na manhã deste domingo. O 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM) localizou, por volta das 8h, a cabeça de Jéferson Lapuente na rua Doutor Murtinho, no bairro Bom Jesus, na Zona Leste. A cabeça, que estava dentro de uma caixa em via pública, foi achada por um morador que acionou a Brigada Militar. Um pouco mais tarde, o 20º BPM localizou o corpo na avenida Protásio Alves, no Jardim Protásio Alves. 

Um policial civil foi baleado durante uma tentativa de assalto em Gravataí, na região Metropolitana, na noite deste domingo. Segundo informações da Brigada Militar, o policial estava parado em uma sinaleira na ERS 118, próximo ao km 18, com uma caminhonete Toyota Hilux prata, quando foi abordado por dois homens em uma motocicleta. Ele reagiu ao assalto e matou um dos suspeitos, mas acabou sendo atingido por um disparo efetuado pelo outro indivíduo, que conduzia a motocicleta. O criminoso fugiu do local com a arma da vítima. O policial foi levado ao Hospital Dom João Becker, passou por uma cirurgia e não corre risco de morte.

Dois primos foram executados na tarde deste domingo na zona Leste de Porto Alegre. Os jovens de 15 e 18 anos estavam em uma casa na rua Luiz Porgorelski, bairro Lomba do Pinheiro. Eles morreram antes da chegada do socorro médico.  De acordo com a dona da casa e mãe de uma das vítimas, pelo menos dez pessoas entraram na residência e dispararam contra os primos. A polícia recolhe informações na tentativa de identificar os executores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário