Estrela-RS - Adeus ao Barranqueiro Mário Ruschel

Reabertura das ruas da antiga Cervejaria em 2008

Abertura da Exposição 100 Anos da Cervejaria Polar em 2012

Mário Ruschel, esposa Marlene e filhos

O músico Mario Ruschel nasceu em 23 de fevereiro de 1937 morreu no dia 20 de abril de 2017, depois de uma enfermidade grave.

Deixa enlutados: esposa Marlene Schuler Ruschel, filhos Carlos Ruschel, Luciana Ruschel e Alexandre Ruschel: Netos: Aline, Elias, Bruno, Marina, Renan, Henrique, Mauricio e Mateus. Noras: Cleusa Werle Ruschel, Katia damasceno Ruschel e genro, Cauê, demais familiares, além de muitos amigos.

Em duas oportunidades, de forma especial, Mário Ruschel, me emocionou quando se apresentou com seu violino, tocando e cantando o Hino dos Barraqueiros. 

Em 2008, na cerimônia de reabertura das ruas da antiga cervejaria, organizada no Governo de Celso Brönstrup, e em 2012 na abertura da Exposição dos 100 Anos da Cervejaria Polar organizada pelo Memorial da Aepan. 

Em sua despedida, os amigos da antiga Rua da Praia cantaram o “Hino dos Barranqueiros do Rio Taquari” com letra e música de Mário Ruschel:

Estribilho:Rua da Praia, que tanta lembrança nos trás!
Das brincadeiras, dos tempos que não voltam mais!

Buraco dos cachorros
Gaiola e alçapão
Soldado ladrão
Futebol na baixada
Comendo cevada

Tático e Marcírio
Tia Ilma e mil folhas
Tio Beno e pão d’água
Prainha americana
Molecada pelada!

Vapor e Adão e Eva
João Risada e barca
Lambari e piava
Eta vida danada
Comendo cevada!

Texto e Fotos - Airton Engster dos Santos

2º MTB Pedal Riders Estrela reuniu ciclistas de 50 cidades



Estrela-RS - 23 de abril de 2017

2º MTB Pedal Riders Estrela reuniu ciclistas de 50 cidades

Governo de Estrela deu apoio ao evento que teve participantes de mais de 50 cidades de todo o Estado 

Estrela sediou, neste domingo, dia 23, o 2º MTB Pedal Riders Estrela. Ciclistas participaram do evento, não competitivo, que visa apenas o “pedalar” como diversão ou superação de seus próprios limites. 

A largada ocorreu às 8h30min, no Parque Princesa do Vale. Foram duas categorias/distâncias: 30 quilômetros e 60 quilômetros, este indo até Bom Retiro do Sul e retornando ao Parque, local também das chegadas. 

Fotos: Secretário da SMEL Júlio Saldanha

Grupo Sem Pulo 934 - Rudimar Thomas - Folha Popular


Jerry Adriani, de 70 anos, morreu no Rio de Janeiro

Jerry Adriani morreu em 23 de abril de 2017

O cantor Jerry Adriani, de 70 anos, morreu na tarde de hoje no hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Adriani, cujo nome verdadeiro era Jair Alves de Souza, estava se tratando de um câncer. Ele tinha 70 anos.

Nascido no bairro paulistano do Brás, Jair Alves de Souza começou a carreira como vocalista do grupo Os Rebeldes. Ele se tornou Jerry Adriani porque tinha a ideia de que para cantar rock era necessário ter um nome americano (Jerry) e era fã do ídolo italiano Adriano Celentano. Adriani apresentou programas dedicados ao rock na antiga TV Tupi, em São Paulo, e comandou – ao lado de Betty Faria e Neyde aparecida, entre outros – A Grande Parada, dedicada aos grandes nomes da música brasileira.

A princípio, Adriani cantava em italiano. Lançou dois discos na língua de Dante Aligheri até se render definitivamente ao rock nacional. Um Grande Amor, de 1965, foi seu primeiro álbum cantado em português. No auge da fama, em viagem à Bahia, ele foi acompanhado por uma banda de rock local chamada Raulzito e seus Panteras. Ficou tão impressionado com a sonoridade dos roqueiros soteropolitanos que os indicou para as gravadoras do Sudeste. O líder da banda, o Raulzito, era nada menos que o cantor e compositor Raul Seixas. Ele, aliás, foi responsável por um dos maiores grandes sucessos de Jerry Adriani, a balada Doce Doce Amor.

Embora fosse identificado com o movimento da jovem guarda, Adriani sempre foi um cantor eclético. A sua discografia é composta por álbuns ecléticos, no qual interpretou autores de soul music (Gioconda, do baiano Hyldon, de seu disco de 1970; e muitas canções de Robson Jorge, que fizeram parte do álbum de 1977), clássicos do repertório de Elvis Presley e Renato Russo. O mais recente disco de Adriani, o CD e DVD Outro, era composto por composições de Arnaldo Antunes, tango e até standards de jazz. Adriani, inclusive, participou do programa VEJA Música para falar sobre seu álbum e os momentos mais importantes de sua carreira.

Corsan apresenta estudo sobre sistema de esgotamento sanitário em Estrela


Corsan apresenta estudo sobre sistema de esgotamento sanitário
Representantes da empresa reuniram-se com o Governo de Estrela na manhã desta quarta-feira

As divergências em torno do descumprimento de alguns itens do contrato firmado com o município de Estrela, por parte da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), estão mais perto de serem resolvidas. Isso após reunião realizada na manhã desta quarta-feira (19.04), na prefeitura, com representantes das duas partes envolvidas. Um Estudo Técnico Conceptivo do Sistema de Esgotamento Sanitário do Município foi entregue ao Governo Municipal e agora será analisado. 

Assinado em 2014, o contrato prevê 25 anos para a Companhia fazer um investimento de R$ 50 milhões e implementar este sistema. No mesmo período, outros R$ 15 milhões devem ser investidos para manter e qualificar o abastecimento de água na cidade. Entre as exigências pontuais, ampliar em dez quilômetros as redes de água em pontos estratégicos de desenvolvimento para Estrela; a repavimentação de 10 mil metros quadrados de ruas danificadas com troca de tubulação; garantia do abastecimento de água nos novos loteamentos do município; redução em 50% da tarifa nos imóveis do município (postos de saúde, escolas), entre outros. O governo de Estrela afirma que muitos pontos não foram cumpridos pela estatal. 

Participaram do encontro representantes do governo, entre eles o prefeito Rafael Mallmann e o secretário do Meio Ambiente, Hilário Eidelwein, e dirigentes da Companhia, como o diretor de Expansão, Marcus Vinicius Cabelon. Foi ele quem explicou alguns dados do estudo, numa discussão que durou mais de três horas. De acordo com o prefeito, o encontro foi produtivo e mostrou evolução quanto ao impasse. “Agora temos um estudo. Vamos, junto com a Secretaria do Meio Ambiente, analisar o projeto, fazer ajustes caso necessário, ver a viabilização de alguns pontos que possam não ter sido atendidos. Caso aprovado, vamos dar prosseguimento ao processo, que é buscar as licenças ambientais. Então, com elas em mãos e em conjunto com a estatal, partiremos para a elaboração de um plano de ação, cronograma de obras e seu início”, destacou Mallmann. Ele não deu prazo para estas etapas, pois diz tratar-se de um estudo complexo. Garante, no entanto, que será tratado em regime de urgência. 

Estrela-RS - Secretaria de obras conclui reforma da calçada na Praça Henrique Roolaart


Secretaria de obras conclui reforma da calçada na Praça Henrique Roolaart
Nesta quinta-feira foi feita a concretagem de aproximadamente 130 metros de passeio público

A Secretaria de Obras Púbicas de Estrela executou, nesta quinta-feira (20.04), a concretagem do passeio público ao redor da Praça Professor Henrique Roolaart, no centro da cidade. Cerca de 50% da reforma havia sido concluída no final da gestão passada, trabalho que agora foi concluído. Além de ser um espaço público, tem grande movimentação de pedestres no dia a dia, pois faz parte do caminho a outros locais de intensa procura da população, entre eles a Câmara de Vereadores, Feira do Produtor, Fórum, escola e comércio.

Antes desta etapa os servidores da pasta retiraram a calçada existente, fizeram a limpeza e nivelamento do espaço. O secretário Cristiano Nogueira da Rosa afirma que obras semelhantes devem ser realizadas em outros pontos, pois um dos objetivos do Governo de Estrela é dar maior atenção ao passeio público. Junto à praça foram executados cerca de 130 metros de calçada. 

Estrela-RS - Terminal de micro-ônibus será transferido para a Rua 15 de Novembro


Terminal de micro-ônibus será transferido para a Rua 15 de Novembro

O terminal de micro-ônibus, que hoje se localiza na Rua Pinheiro Machado, em frente ao prédio da antiga Polar, será transferido para a Rua 15 de Novembro, na quadra nos fundos do posto de combustíveis. A mudança ainda não tem data para ocorrer, mas é necessária, segundo o coordenador do Departamento de Trânsito da Prefeitura de Estrela, Gerson Teixeira, devido à instalação da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde no espaço onde hoje está a biblioteca pública. Conforme Teixeira, a Coordenadoria atende 37 municípios da região, recebe muitas cargas de medicamentos e necessita de todo o espaço da rua.

Ele explica que a quadra da Rua 15 de Novembro, onde será instalado o terminal – entre a Fernando Abott e a Tiradentes - será mão dupla para atender o fluxo. Ressalta que para os usuários não haverá transtornos, pois na Júlio de Castilhos, ao lado da prefeitura, haverá uma parada com espaço para embarque e desembarque dos passageiros. 

Outra modificação no trânsito, que deve ser efetivada nos próximos dias, se refere à Rua José Horn, no Bairro Alto da Bronze. A quadra compreendida entre a Geraldo Pereira e Dr. Emílio Welke será mão única a partir da Geraldo Pereira, que não poderá mais ser acessada pela José Horn, ponto onde existe uma curva que torna o risco de acidentes muito grande. Somente aos moradores da via será permitido o ingresso até a esquina da Geraldo Pereira, para a utilização das garagens das residências e prédio.