Plantão Policial Vale do Taquari - 13 de maio de 2016



Dois indivíduos foram presos pelo crime de tráfico de drogas,  no bairro Gressler, em Venâncio Aires. A Patrulha Especial – Patres – da Brigada Militar realizou a abordagem da dupla na rua Henrique Vilanova.

Foi apreendida uma balança e precisão, 33g de crack e 32,1g de maconha. Foram encaminhados a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento local para o registro. 

A Brigada Militar (BM) prendeu um homem em flagrante no bairro São José, em Encantado, acusado do furto de cabos telefônicos.

A guarnição realizava patrulhamento de rotina e avistou o suspeito caminhando pela estrada São José, carregando cinco rolos de cabos, totalizando 500 metros. O material está avaliado em R$ 5 mil.

O acusado confessou que furtou os cabos de um caminhão que estava cerca de 50 metros do local. 

Duas motocicletas foram furtadas em Lajeado. Percebido o furto da moto Honda CG 150 Titan, preta, placa IOE-8478. O veículo estava na rua Carlos Spohr Filho, próximo à BR Foods.

Foi furtada a Honda CG 125 Titan, azul, placa IDC-8535. O veículo estava no pátio cercado de sua residência, na rua Elicir José Cassuli, no bairro Conventos. O portão eletrônico foi desengatado para se acessar a área. 

Quantia em dinheiro foi furtada de um estabelecimento comercial do loteamento Pinheiros, em Estrela. O registro foi feito DIA (11) na Delegacia de Polícia.

A vítima relatou que se afastou por cerca de cinco minutos do interior do mercado, localizado na rua Ermindo Lohmann, e ao retornar, percebeu que foi levado um envelope com aproximadamente R$ 9 mil, que estava escondido embaixo de um freezer, na dispensa do estabelecimento.

Um pastor de Santa Cruz do Sul foi preso na noite da última terça-feira (10), acusado do estupro de duas meninas. O homem de 43 anos foi detido em uma residência no Loteamento Viver Bem, logo após um culto religioso.

Os casos de estupro de vulnerável teriam acontecido em 2010 e 2011, mas chegaram ao conhecimento da polícia em 2013. Uma das vítimas, de 15 anos, fez a denúncia através do Disque 100, com receio de que outras crianças pudessem ser abusadas.

Por outra denúncia, os policiais militares encontraram o suspeito, que tinha mandado de prisão com condenação de quatro anos em regime aberto. O religioso não resistiu à prisão. Ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Santa Cruz.

O nome do preso não foi divulgado para preservar a identidade das vítimas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário