Plantão Policial Rio Grande do Sul - 30 de maio de 2016



Um ato em repúdio à violência contra a mulher e à cultura do estupro reuniu mulheres neste domingo na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre. Elas deitaram no chão e formaram o número 33, que corresponde a quantidade de homens que participou do estupro coletivo de uma adolescente no último final de semana no Rio de Janeiro.

A ideia, conforme a ativista Tatiana Xavier, membro do Coletivo EmpoderArte, que organizou a mobilização, foi de chamar a atenção da sociedade para um tema que ganhou destaque com o estupro coletivo, mas que é vivenciado diariamente por milhares de pessoas em todo o país.

Dois homens morreram na madrugada deste domingo na ERS 239, em Nova Hartz, no Vale do Sinos, após uma colisão frontal no km 28 da rodovia. Segundo o Comando Rodoviário da Brigada Militar, o acidente foi provocado por um Monza, que invadiu a pista contrária, atingindo um Fiat Uno.

Os condutores dos veículos, de 44 e 53 anos, respectivamente, morreram no local. Um passageiro do Monza e duas passageiras do Uno, que trafegava no sentido Sapiranga/Taquara, foram encaminhados ao hospital de Sapiranga. O acidente, registrado às 3h15min, ocorreu em trecho duplicado da rodovia. 

Um motociclista, ainda não identificado, morreu em acidente na BR 116, em Dois Irmãos. A ocorrência foi registrada no final da tarde deste sábado na altura do km 220 da rodovia. Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor de uma moto Yamaha R1 perdeu o controle do veículo, saiu de pista e colidiu contra o guardrail. O motorista de 33 anos foi atendido, mas morreu no local.

Segundo a PRF, a provável causa do acidente foi o excesso de velocidade. Vestígios de derrapagem na pista e relato de testemunhas dão força à hipótese. O local é de concentração de motociclistas nos finais de semana. Os agentes informaram que realizaram diversas ações para coibir o tráfego acima da velocidade, porém a imprudência dos condutores persiste e acidentes são frequentes no trecho.

A Polícia Civil investiga as causas do acidente registrado na manhã deste sábado na Estrada do Conde, em Guaíba, que deixou três mortos e 33 feridos em consequência da colisão frontal de um caminhão e um ônibus. 

A delegada Sabrina Dóris Teixeira destacou que o resultado da perícia do Departamento de Criminalística e da necropsia do Departamento Médico Legal (DML), além do depoimento de relato de testemunhas e sobreviventes, são considerados importantes para esclarecer o ocorrido. Ela acrescentou ainda que uma eventual infração relacionada à legislação municipal de trânsito em vigor para aquele trecho também será levada em conta no inquérito.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário