Ronda Policial Rio Grande do Sul - 05 de agosto de 2016



Do bairro mais rico ao mais pobre é difícil caminhar por Porto Alegre e encontrar um pedestre que ainda não tenha sido assaltado ou que não tenha um familiar vítima de roubo nas ruas da cidade. Os números que envolvem assaltos a pedestres nos sete primeiros meses de 2016 na capital são alarmantes. Dados da Brigada Militar obtidos pela Rádio Gaúcha apontam para um assalto a cada 20 minutos.

De janeiro até julho foram 16.724 assaltos na Capital, segundo o balanço da BM. São 2.389 assaltos mês. Em um dia, com base nos dados, ocorreram 79 assaltos a pedestres em Porto Alegre.


Um homem morreu e uma criança de quatro anos foi baleada na cabeça na noite desta quinta-feira em São Leopoldo, no Vale do Sinos. Conforme a Brigada Militar, eles estavam dentro de um carro no bairro São Miguel, quando o veículo foi fechado por um outro automóvel. Três homens desceram com armas longas e pistolas e fizeram vários disparos.

Um terceiro passageiro do carro foi alvejado no braço e nas costas. A mãe da criança, que também estava no veículo, não ficou ferida. Os dois baleados estão sendo atendidos no Hospital Centenário, no município. Os atiradores fugiram. A Brigada Militar aguarda a perícia no local dos tiros.

Um homem morreu baleado com vários disparos na noite desta quinta-feira, no bairro Humaitá, zona Norte de Porto Alegre. A vítima vivia nas imediações, de acordo com relato dos vizinhos.

O crime ocorreu perto das 21h no acesso 2 da rua Tancredo Neves, que é paralela à avenida A.J.Renner. A Brigada Militar desconhece os motivos do assassinato. Não há suspeitos até o momento. A vítima foi identificada como Carlos Eduardo Barreto Costa.

Um suposto assalto a ônibus de linha metropolitana terminou com um morto e um ferido,na noite desta quinta-feira na avenida Protásio Alves, em Porto Alegre. O atirador fugiu depois de balear a dupla suspeita de ter anunciado o crime.

Um homem de 27 anos morreu no local enquanto o outro, da mesma idade, foi levado para atendimento no Hospital Cristo Redentor, na zona Norte da Capital com um tiro na cabeça.

Os tiros foram disparados na altura do número 4.500 da avenida, no bairro Chácara das Pedras, conforme a Brigada Militar. Usuários da linha Jari (Viamão), operada pela empresa Evel, não se feriram, segundo a ocorrência, registrada após as 20h.

Um bebê de dois anos morreu após ser atropelado pelo avô, na manhã desta quinta-feira, no município de Santa Maria, região Central do Rio Grande do Sul.

O acidente ocorreu no km 118, na RSC 287, a 20 km da cidade, dentro do pátio da residência dos avós, quando o avô foi retirar uma camionete da garagem e não viu o bebê perto do veículo, causando o atropelamento. A vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Universitário de Santa Maria, mas não resistiu aos ferimentos.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML). O velório e o enterro ainda não tem data marcada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário