Ronda Policial Rio Grande do Sul - 09 de agosto de 2016


Os crimes latrocínio (roubo seguido de morte) aumentaram 34,34% no primeiro semestre de 2016 em relação ao mesmo período no ano passado – de 66 para 89. A Secretaria Estadual de Segurança divulgou nesta segunda-feira os dados de criminalidade no Rio Grande do Sul nos primeiros seis meses do ano. Oito dos 13 índices medidos apresentaram alta.

Outro crime que apresentou um aumento significativo foi o roubo. Nos primeiros seis meses de 2016, 44.390 roubos foram registrados no estado contra 37.124 em 2016 – crescimento de 19,57%. Somente em Porto Alegre, 2,8 mil roubos ocorreram no primeiro semestre, o equivalente a 15 registros por dia, em média.

Nos demais crimes, a variação foi baixa na comparação entre os últimos dois anos. Nos homicídios dolosos, por exemplo, houve 1.276 registros neste ano contra 1.203 em 2015 no mesmo período. Os furtos também apresentaram uma pequena redução, de 83.146 em 2015 para 81.059 neste ano.

Confira a comparação de 2016 com 2015

Homicídios Dolosos

2015: 1203

2016: 1276

Homicídios dolosos de trânsito:

2015: 17

2016: 11

Furtos 

2015: 83146

2016: 81.059

Furtos de veículos

2015: 9752

2016: 9960

Roubos

2015: 37.124

2016: 44.390

Latrocínios

2015: 66

2016: 89

Roubo de veículos

2015: 7.930

2016: 9.225

Extorsão

2015: 203

2016: 198

Extorsão mediante sequestro

2015: 6

2016: 10

Estelionato

2015: 8.643

2016: 7.608

Delitos relacionados à corrupção:

2015: 195

2016: 196

Delitos relacionados a armas e munições

2015: 3848

2016: 3945

Posse de entorpecentes

2015: 6.569 

2016 : 5.366

Nenhum comentário:

Postar um comentário