Manchetes dos Jornais do Brasil - 05 de agosto de 2016



- O dólar fechou em baixa de 1,43% hoje, repercutindo o corte dos juros britânicos cotado a R$ 3,19.

- Os saques na poupança superaram os depósitos pelo sétimo mês seguido, segundo o Banco Central.

- A produção brasileira de veículos teve forte queda em julho. Chegou a 15,3% em relação a julho do ano passado.

- O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, deu prazo de 72 horas para que a Câmara se manifeste com relação a uma ação apresentada pela defesa do deputado afastado Eduardo Cunha. 

- O ex-ministro Paulo Bernardo e mais 12 pessoas viraram réus por montar organização criminosa no Ministério do Planejamento, entre 2009 e 2015.

- Definido roteiro da sessão de pronúncia do impeachment de Dilma Rousseff no Senado.

- Os partidos tem até amanhã para fazer convenções para escolher candidatos a prefeito, vice-prefeito ou vereador e definir coligações para as eleições de outubro.

- Por causa da superlotação, a Emergência do Hospital Conceição está com atendimento restrito pelo quarto dia seguido.

- A Justiça autorizou o uso da força policial na reintegração de posse da sede do Demhab.

- O Tribunal de Justiça negou hoje pedido de liberdade de quatro réus da Operação Leite Compensado.

- A polícia mantém buscas ao seis fugitivos do Presídio Regional de Pelotas.

- Agentes da delegacia de roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais conseguiram resgatar uma adolescente de 17 anos, sequestrada na terça-feira, no bairro Coxilha Velha, em Triunfo.

- Um pedestre é assaltado a cada 20 minutos, em Porto Alegre. Reportagem exclusiva da Gaúcha revela que de janeiro até julho foram 16.724 assaltos ou 79 assaltos a pedestres por dia.

- A Justiça determinou que o estado pague de forma integral os salários de julho dos servidores do Ipe. 

- O governo do Estado avaliou como pacíficas e ordenadas as manifestações do funcionalismo que ocorrem nesta quinta-feira.

- Por medo de violência, comércio fecha mais cedo e linha de ônibus opera com restrições em Porto Alegre.

- O receio dos consumidores com o dia de mobilização dos servidores estaduais reduziu o faturamento do comércio de Porto Alegre. De acordo com balanço divulgado pelo Sindilojas, lojas do centro da Capital registraram média de vendas 30% menores.


Nenhum comentário:

Postar um comentário