Ronda Policial Rio Grande do Sul - 29 de abril de 2016



Um grupo de quatro a seis criminosos atacou uma agência do Banrisul, na praia de Quintão, em Palmares do Sul, no litoral Norte. O arrombamento ocorreu na noite desta quinta-feira. Conforme relato de testemunhas, o bando agiu encapuzado e armado, ingressou no banco pela porta principal e abriu pelo menos um caixa eletrônico com o auxílio de maçarico.

Conforme a Brigada Militar, os criminosos fugiram em uma GM Montana e um furgão brancos, em direção a Imbé. Policiais fazem um cerco na região, mas ninguém foi encontrado até o momento. A gerência ainda não contabilizou o prejuízo, já que a perícia ainda não chegou ao local.

Uma das maiores organizações de narcotráfico em atividade em Porto Alegre e região Metropolitana foi desarticulada na manhã desta quinta-feira, na operação La Ruta da Polícia Federal (PF). 

A ação, coordenada pelo delegado Roger Soares Cardoso, titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PF, ocorreu no bairro Restinga, na Capital, e também em Gravataí e Viamão, além de Florianópolis, em Santa Catarina, e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Houve 15 prisões, incluindo toda a cúpula da quadrilha responsável pelo envio quinzenal de toneladas de cocaína e maconha oriundas de Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira, a operação Cabala, para combater fraudes em financiamentos imobiliários da Caixa Econômica Federal. A corporação investiga um grupo que teria causado prejuízo de cerca de R$ 220 milhões ao banco estatal, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida. São investigados construtoras, empregados do banco, contadores, servidores públicos e compradores das casas.

Cerca de 200 policiais federais cumprem 27 mandados de busca e apreensão e 27 mandados de sequestro, além da inquirição de 40 pessoas envolvidas nas fraudes. Estão sendo conduzidos para prestar depoimento 5 funcionários da Caixa, 11 donos de construtoras e 4 contadores.

Um homem foi preso no final da tarde dessa quarta-feira após ter roubado um cachorro da raça Shi Tzu em São Leopoldo, no Vale do Sinos. Conforme a Polícia Civil, o animal desapareceu nessa terça e foi localizado ontem. A prisão do suspeito só foi divulgada nesta quinta.

De acordo com a Polícia Civil, o dono do animal recebeu uma ligação telefônica em que era exigido o pagamento de R$ 400 para entregar o cachorro. O suspeito foi encontrado e detido em flagrante, enquanto estava com o animal em frente a um mercado. Ele será encaminhado à Penitenciária Estadual do Jacuí após ser preso pelo crime de extorsão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário