Notícias da Prefeitura de Estrela - 08 de fevereiro de 2016



O inicio do ano letivo nas dez escolas municipais de Ensino Fundamental de Estrela será no próximo dia 22 de fevereiro, quando mais de 3,1 mil alunos voltam às aulas. No dia 18, professores de funcionários das Emefs participam de uma recepção temática, assim como ocorreu com os da Educação Infantil. A formação será no salão da Soges, com apresentação da peça teatral “Labirinto de Sentimentos”, com o objetivo de fazer com que os expectadores reflitam sobre a vida pessoal e profissional de uma maneira descontraída e divertida, costurada com música e poesia. Ao longo do ano, haverá ainda a formação continuada aos professores e servidores. 

Já as Emeis reiniciaram o atendimento às crianças nesta semana. Além da programação especial para todos os profissionais, as escolas também realizaram atividades específicas. Na Emef Ruth Markus Huber, por exemplo, houve palestra de Liesel Dick e participação do músico Aran Almeida. A motivação educacional – “Nos embalos de um bom ano bom” – foi o tema abordado, evidenciando a qualidade entre produto-serviços humanos, lançando como desafio o aprimoramento e o acompanhamento reflexivo da prática pedagógica. 

Os talões de produtor rural devem ser apresentados na Secretaria Municipal da Agricultura de Estrela a partir do próximo dia 11. Para melhor atender aos produtores, a Smag estabeleceu um roteiro. De 11 a 17 de fevereiro será para Arroio do Ouro, Chacrinha, Linha Figueira, Linha Delfina, Linha São Luiz e São João do Bom Retiro; de 18 a 26 de fevereiro para os produtores de Glória, Porongos, São Jacó e Santa Rita; de 29 de fevereiro a 8 de março para os de Linha Wink, Novo Paraíso e Linha Lenz; de 9 a 17 de março para Linha Geraldo Alta, Linha Geraldo Baixa, Costão, Linha Wolf, Linha Beija-Flor, Linha Santo Antonio, Roncador e Linha São José, e de 18 a 25 de março para os produtores da sede e aqueles que ainda não tiverem apresentado o talão.

A Smag ressalta que os produtores rurais sem movimentação também devem comparecer na secretaria para verificar sua situação perante a Receita Estadual. A Secretaria da Agricultura está atendendo agora em novo endereço, na Rua 13 de Maio, no prédio onde estava localizado o Centro de Distribuição da prefeitura. O horário de atendimento é das 8h às 11h30min e das 13h30min às 17h. 

Mais de 40 pessoas, de várias segmentos da comunidade, reuniram-se na tarde desta quinta-feira (4), na Câmara de Vereadores de Estrela, para começar a elaborar o Plano Municipal de Enfrentamento ao Aedes Aegypti – “Todos contra o mosquito da dengue”. O encontro, conforme a coordenadora da Vigilância em Saúde da Secretaria da Saúde, enfermeira Carmen Hentschke, é mais uma ação do município para evitar o aparecimento do mosquito transmissor, cujo foco, neste momento, é a eliminação dos criadouros.

Segundo ela, diversas ações vêm sendo realizadas e programadas, como um chamamento aos estudantes de todas as redes de ensino no retorno às aulas. No próximo dia 13, conforme Carmen, deverá ocorrer uma mobilização nacional, quando Estrela mais uma vez estará engajado. Há possibilidade de que o Exército desloque militares para a cidade a fim de participarem do movimento, o que foi discutido em reunião esta semana. Nessa data vai haver também vacinação de cães no Bairro Imigrantes e uma das propostas é aproveitar a atividade para intensificar a campanha junto à população, além de promover um mutirão de limpeza no bairro.

Outras sugestões apresentadas no encontro foram a divulgação nos postos de saúde, por meio de vídeos, sobre o combate ao mosquito; confecção de camisetas identificando as equipes quando estas se deslocarem pelos bairros; criação de equipes de estudantes nas escolas, a fim de que atuem nos bairros onde se localizam, esclarecendo os moradores sobre medidas para prevenir o aparecimento do mosquito. Cada entidade representada no encontro vai levar as informações para o seu grupo, a fim de difundir as ações e medidas de prevenção. 

Carmen salientou, na ocasião, que Estrela não é um município infestado. Em dezembro houve um caso positivo numa das armadilhas onde é feito o controle. Neste caso, foi feita uma “varredura” em todas as residências localizadas num raio de 300 metros da armadilha. Depois disto, não houve mais nenhum caso positivo na cidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário