Ronda Policial RS - 06 de outubro de 2016


Os fatos que ocasionaram a morte de Alex Sander Maciel Trindade, 27 anos, estão sendo investigados pela Polícia Civil de Gramado. O jovem morreu nessa terça-feira, no Hospital Arcanjo São Miguel, em Gramado. Segundo o boletim de ocorrência registrado nesse domingo, na Brigada Militar, pelo irmão da vítima, o rapaz foi agredido durante um comício eleitoral realizado na última quinta-feira, na Sociedade Ipiranga, no bairro Várzea Grande.

O irmão da vítima contou ter recebido a informação de que Trindade estaria internado em coma induzido no hospital. Em função da gravidade do quadro, ele acabou morrendo. O rapaz foi socorrido pelos Bombeiros em outro bairro da cidade, o Piratini, caído na via público. O local fica a 10 quilômetros do bairro onde ocorreu o comício.

Segundo o delegado Gustavo Barcellos, que comanda as investigações, o autor das supostas agressões foi identificado e prestará depoimento nesta quinta-feira. O corpo da vítima foi encaminhado para necropsia para apurar o que ocasionou a morte. Conforme Barcellos, o caso pode ser tipificado como homicídio doloso ou lesão corporal seguida de morte. “Homicídio culposo, à luz do que se tem no momento, está descartado, salvo reviravolta na investigação”, afirmou o delegado.

Um homem de 23 anos foi preso na manhã desta quarta-feira como suspeito de ter cometido 10 homicídios em Canoas, na região Metropolitana. A prisão foi realizada por policiais da Delegacia de Capturas (Decap) no bairro Mathias Velho. Nove das mortes ocorreram em Gravataí e uma foi registrada em Porto Alegre. 

O titular da Delegacia de Capturas, delegado Arthur Raldi, afirmou que o suspeito possui extensa ficha criminal e que foi encontrado em uma casa, que servia de esconderijo. "Apesar da pouca idade, ele tem histórico de vários crimes e acreditamos que ele pertença a uma facção. Não teria como ele ter feito tudo isso sozinho em tão pouco tempo", explicou em entrevista ao Correio do Povo.

Raldi relatou que um dos homicídios ocorreu em 2013 e outros nove foram registrados no decorrer de 2015, incluindo duas ocasiões em que duas pessoas foram mortas. "Todos foram com uso de arma de fogo. É um homem que até já coagiu testemunhas no curso dos processos que foram feitos para julgar os crimes", acrescentou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário