Airton Engster dos Santos

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Estrela-RS - Eleições municipais em 1968 na Coluna do Airton Engster dos Santos

Bertholdo Gausmann
Eleições municipais em 1968

Apesar do bipartidarismo, Estrela contou com quatro candidatos a prefeito: Nas 59 urnas do município com 13.752 eleitores dos quais compareceram 12.999 votantes, com abstenção de 753 eleitores.

Pela Arena: Bertholdo Gausmann (4.253 votos) e Gustavo Adolpho Simon (2.870 votos) totalizando 7.123 votos. Pelo MDB: Aloysio Valentin Schwertner (4.128 votos) e Rubem Gerhardt (1.229 votos) totalizando 5.357 votos. Brancos 301 e nulos 218 votos.

Günther Ricardo Waner

A Aliança Renovadora Nacional – Arena, elegeu 5 vereadores totalizando 7.154 votos (Günther Ricardo Wagner – 1.018 votos; Elton Klepker - 763 votos; Guillebaldo Ahlert – 754 votos; José Balensiefer – 690 votos; José F. Belló – 675 votos).

O Movimento Democrático Brasileiro – MDB elegeu 4 vereadores totalizando 4.928 votos (Odilo Afonso Tomé – 660 votos; Syrio Schaeffer – 584 votos; Werno Schwingel – 565 votos; Sigfried Klein – 542 votos).

Os eleitos foram diplomados no dia 23 de novembro de 1968, em cerimônia no Fórum local, presidida pelo Juiz Odilo Becker da 21ª Zona Eleitoral.

Em seguida o prefeito eleito Bertholdo Gausmann foi ao encontro do prefeito em exercício do mandato, Adão Henrique Fett, a fim de manter os primeiros contatos com o município que passaria a administrar, a partir de 1969. Depois de cordial conversa, os dois prefeitos seguiram para visitar inúmeras obras em andamento no município.

Adão Henrique Fett
O Jornal Nova Geração noticiou:

Na edição de 1º de fevereiro de 1969 o NG publicou a notícia de que Adão Henrique Fett seria convidado para assumir alto cargo no Governo Estadual, depois da entrega do cargo de prefeito para Bertholdo Gausmann. Na mesma edição o NG publicou Suplemento Especial com uma retrospectiva da II Administração de Adão Henrique Fett que teve como vice Aloysio Valentin Schwertner (01.01.1964 a 31.01.1969).

Curiosidade:

Em 1968 Prefeitura desapropria área para prolongamento da ponte alta sobre o arroio Estrela.

Coluna do Airton Engster dos Santos
Publicada no Jornal Nova Geração

Nenhum comentário:

Postar um comentário