Finalização da duplicação da BR 386 está entre as prioridades do Governo Federal para 2017.


Finalização da duplicação da BR 386 está entre as prioridades do Governo Federal para 2017. 

O assunto foi discutido hoje durante uma audiência no DNIT RS, em Porto Alegre com representantes da CIC VT, AMVAT e CODEVAT. 

O governo prevê R$ 40 milhões para a finalização da obra entre Estrela e Tabai, no orçamento de 2017. A Lei Orçamentária Anual (LOA) ainda precisa ser votada. Se aprovado no Congresso Nacional, o recurso para a duplicação deve ser disponibilizado já no início do próximo ano, de acordo com o Superintende do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) RS, Hiratan Pinheiro da Silva. “Obra parada é ruim para todo mundo. Em 6 meses, com tempo favorável ela será concluída. A intenção é começar o serviço em janeiro, pois o verão é o melhor período para o trabalho, os dias são mais longos e quentes. ” 

O presidente da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari, Ito José Lanius afirmou que essa é uma ótima notícia para toda a região e o Estado em geral. “Nós não tínhamos nada certo, mas agora sabemos que a obra é prioridade e vamos continuar lutando para que o projeto seja concluído. ” 

A presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) Cíntia Agostini, questionou. “ Nós como entidade, o que podemos fazer para garantir que esse recurso seja disponibilizado? Ela ouviu do superintende do DNIT RS que é preciso manter o recurso no planejamento, por isso é importante conversar com a bancada de senadores, explicar a importância da obra. 

A duplicação da BR 386 está parada desde janeiro deste ano, por falta de recursos. Segundo o DNIT, mais de 90% da obra está concluída. Ainda de acordo com o Departamento, faltam 10 quilômetros de duplicação para liberar o trânsito e 2 quilômetros de terraplanagem. O vice-presidente do Codevat, Sidnei Eckert ressaltou que a duplicação precisa ser concluída. “Se torna uma obra prioritária por que falta pouco para terminar a duplicação. Já o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) Sérgio Marasca afirmou que é importante o trabalho em conjunto das entidades. “ O primeiro passo foi já dado, precisamos seguir adiante e terminar a duplicação. ” 

Estudo de concessão de rodovias 

Esse foi outro assunto abordado na reunião. O Superintende do DNIT acredita que o governo vá concluir a duplicação da BR 386 entre Estrela e Tabai por que pretende incluir a rodovia, no processo de concessão para 2017. “ Estamos aguardando o edital para projetar tudo o que precisa ser feito. Os moradores próximos podem encaminhar as demandas”. Ito questionou ainda sobre a duplicação da BR 386 entre Lajeado e Iraí. “ Esse pedágio vai servir para manutenção ou vai prever investimentos na rodovia como alargamento da estrada para desafogar o trânsito? ” Hiratan informou que o edital deve contemplar as necessidades mínimas para um período de 20 anos. ” 

Ito apresentou ainda outra bandeira da entidade que é a elaboração de um projeto de logística para mostrar um panorama da infraestrutura rodoviária do Vale do Taquari. 

Simone Wobeto 

Nenhum comentário:

Postar um comentário