Ronda Policial Rio Grande do Sul - 15 de junho de 2016



Uma mulher de 35 anos morreu atropelada por um caminhão, no início da noite desta terça-feira, no km 563 da BR 285, em São Luiz Gonzaga, nas Missões. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu por volta das 18h15min, quando a vítima, natural de Santo Antônio das Missões, tentou atravessar a rodovia.

O veículo de carga tinha placas de Osório. A pedestre chegou a ser socorrida pelo Samu, mas não resistiu. Já o motorista do caminhão, que não se feriu, relatou ter visto a mulher falando ao celular no momento do acidente. A Polícia Civil de São Luís Gonzaga assumiu o caso.

A dupla responsável pela morte da funcionária da Infraero Mineia Machado, de 39 anos, ocorrida nesse fim de semana, foi encaminhada para o sistema prisional gaúcho. O adolescente de 16 anos, que confessou ter assassinado a vítima, foi levado ainda na noite passada para unidade Carlos Santos da Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase), na zona Sul de Porto Alegre, onde vai permanecer até que haja sentença judicial em definitivo.

Em depoimento à Polícia Civil, o jovem não demonstrou arrependimento por ter assassinado à vitima. Ele também relatou já ter cometido seis homicídios, embora a Polícia ainda não confirme. O segundo suspeito no crime de 32 anos, também foi encaminhado para o Presídio Central nessa segunda. Ele teve prisão preventiva decretada e vai permanece no local.

A 1ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo prendeu em flagrante, nesta terça-feira, um suspeito de fabricar e vender combustível clandestino em Campo Bom, no Vale do Sinos. Os policiais integraram a operação Octanagem, deflagrada pelo Ministério Público, a fim de combater e repreender esse tipo de crime.

Agentes da Fepam também prestaram apoio à ação. O químico e empresário prestou depoimento e segue detido, até que uma decisão judicial defina se ele deve ou não permanecer no sistema prisional.

Ele é acusado de distribuir e revender um combustível genérico. Cerca de 600 litros de uma suposta mistura de etanol com solventes foram recolhidos em toneis e bombonas, assim como anotações contendo fórmulas do produto. O composto fazia os veículos funcionarem com mais potência e menos consumo, mas, conforme as investigações, comprometia o funcionamento do motor a médio prazo.

Um empreiteiro  foi morto a tiros, no início da tarde desta terça, na rua Augusto Severo, proximidades com a rua Vilela Tavares, bairro São João, zona Norte de Porto Alegre. De acordo com PMs do 11º BPM, três homens, que estavam em um Fiat Palio azul, interceptaram a vítima e, em ato contínuo, efetuaram vários disparos em sua direção.

Ele era dono de uma empreiteira e, segundo os investigadores da 3ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Porto Alegre, estava se encaminhando para almoçar com alguns funcionários. Os criminosos fugiram de carro em direção à avenida Sertório. Um homem, que a tudo assistiu, informou que um indivíduo, de cor negra, usando moleton azul marinho, e outros dois, um deles usando camisa xadrez, atacaram a vítima.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário