Ronda Policial Rio Grande do Sul - 16 de junho de 2016



Um homem de 73 anos foi preso, suspeito de atentado violento ao pudor contra a neta de 12 anos, na manhã desta quarta-feira na zona Sul de Porto Alegre. Segundo o titular da Delegacia de Capturas (Decap), delegado Arthur Raldi, foi cumprido um mandado de prisão preventiva na Vila dos Sargentos.

Os abusos teriam se repetido por aproximadamente um ano e meio, até que a mãe da criança descobriu e procurou a polícia. O preso deve seguir para o Presídio Central de Porto Alegre.

Dois homens foram encontrados mortos no final da noite dessa terça-feira em Porto Alegre. Os casos ocorreram nos bairros Sarandi, na zona Norte, e Vila Nova, na zona Sul, com um intervalo de 14 minutos.

O primeiro caso foi registrado por volta das 22h15min, quando uma guarnição da Brigada Militar encontrou um corpo na rua do Santuário, bairro Vila Nova. Várias cápsulas de bala foram encontradas próximo a ele. Até o momento, o homem não foi identificado.

Na zona Norte de Porto Alegre, outro homem também não identificado foi encontrado morto por volta das 22h30min, no bairro Sarandi. Moradores relataram terem ouvido vários disparos de tiros na região. O caso foi registrado na rua Amazonas. A autoria dos dois crimes é desconhecida.

Os dez manifestantes presos durante ação da Brigada Militar, em ocupação do prédio da Secretaria da Fazenda, tiveram a soltura determinada no fim da noite desta quarta-feira. Um grupo de advogados fez ronda no local até obter a documentação para conseguir a liberação dos detidos.

O grupo detido pela BM durante a ocupação de estudantes à Secretaria da Fazenda fez exame de corpo de delito e acabou encaminhado, no início da noite, para o sistema prisional. Entre eles, há um jornalista e um cinegrafista. O grupo, de três mulheres e sete homens, foi acusado de associação criminosa, dano qualificado ao patrimônio público, esbulho possessório, prejuízo a trabalho coletivo, resistência e corrupção de menores.

A delegada Andrea Nicotti, da 3ª Delegacia de Pronto Atendimento da Capital, sustenta que nenhum dos presos quis identificar a profissão. Ela fala que, por essa razão, não pode confirmar se há jornalistas entre eles. 

Um incêndio atingiu sete casas na tarde desta quarta-feira, em Caxias do Sul. As chamas iniciaram em uma residência na rua das Arapongas, no bairro Vila Ipê. Ao todo, foram três casas destruídas totalmente, uma foi parcialmente atingida e outras três ainda tiveram pequenos danos.

Segundo informações de testemunhas, o fogo teria iniciado em uma casa que fica abaixo do nível da rua. Dentro da residência estaria apenas uma criança 12 anos, que foi salva pelos vizinhos. A criança foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e em seguida encaminhada para a casa de uma tia.

As chamas se alastraram rapidamente e, além da primeira casa, outras seis residências foram atingidas. Como o local é de difícil acesso, os bombeiros demoraram para conseguir se aproximar do incêndio.

Após a chegada da corporação, o fogo foi contido de forma rápida. Foram necessários três caminhões dos bombeiros e um caminhão-tanque do Samae para conter o incêndio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário