Airton Engster dos Santos

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Bruno Schwertner transformou-se no maior construtor de relógios de torres de igreja do Brasil. Sua fábrica estava situada em Estrela-RS.





Nasceu em 12 de novembro de 1873, em Langwasser (Silésia- Pruscia), na Alemanha. Veio para o Brasil em 1884, com 11 anos de idade. Com 18 anos abriu uma sapataria na Picada Grande (Novo Paraíso). T. Morreu em Estrela-RS em 17 de julho de 1952. 

Consertava as mais variadas máquinas, desde engenhos, máquinas de costura, projetores de filmes, gramofone, instrumentos diversos e relógios. 

A capacidade como consertador de máquinas se espalhou rapidamente na Vila. De todos os lugares vinham serviços. 

No ano de 1892, Bruno Schwertner foi chamado para estudar uma situação muito difícil. A Paróquia Santo Antônio de Estrela havia recebido um relógio de torre muito antigo e fora de uso. Após três meses de exaustivo trabalho o relógio voltava a funcionar. O mesmo funcionou por mais 47 anos, quando foi construído o outro. 

Numa peça alugada abriu sua primeira oficina em 1895. Algum tempo depois ampliou sua oficina e agregou uma loja. Surgia assim a Loja Schwertner. 

Coube a Bruno a instalação dos primeiros telefones no município de Estrela. 

Foi fundador do Tiro de Guerra 227, e por 25 anos fez parte desta sociedade cívico-militar. 

Fez parte da empresa “Schwertner e Cia” e proprietário do Jornal “O Paladino”, sendo preservados, até hoje, todos exemplares por seu neto, Roque Schwertner. 

Bruno foi sócio fundador da Sociedade Ginástica e do Rotary Club de Estrela. A grande paixão era relojoaria, arte que o havia empolgado desde que abriu a oficina. 

Estava com viagem marcada para Suíça onde estudaria a arte relojoeira, quando o plano ficou frustrado devido ao início da Primeira Guerra Mundial. 

Foi quando teve a idéia de produzir relógios para edifícios públicos. Surgiu então o Relógio de Torre, cujas batidas são ouvidas em 200 municípios brasileiros. 

Bruno Schwertner residiu em Estrela por mais de 50 anos, casado em 22 de junho de 1897, com Florentina Mallmann, com quem teve 13 filhos. 

Homenagem em Estrela: Foi instalado um relógio na Rua Bruno Schwertner, pelo ex-prefeito Geraldo Mânica, para marcar a trajetória deste extraordinário cidadão que, com sua engenhosidade soube elevar o nome de Estrela-RS em 200 municípios de oito estados brasileiros.

Pesquisa: Airton Engster dos Santos
Fotos: Acervo Airton Engster dos Santos


Nenhum comentário:

Postar um comentário